OMBRO

CONFLITO SUBACROMIAL

INTRODUÇÃO E DEFINIÇÃO 

O Conflito Subacromial corresponde a uma diminuição de espaço entre o acrómio (estrutura óssea pertencente à omoplata) e a cabeça do úmero, ou seja, o espaço ocupado pelo tendão do músculo supraespinhoso (tendão da coifa dos rotadores). A diminuição deste espaço provoca uma compressão crónica deste tendão, que pode ser estática (diminuição permanente do espaço), ou dinâmica (o tendão apenas é comprimido com certos movimentos/posições).

O Conflito Subacromial é a primeira fase de uma patologia contínua da coifa dos rotadores. O Conflito Subacromial pode progridir para roturas parciais da coifa dos rotadores, seguidas de roturas totais, roturas massivas e finalmente artrose do ombro (artropatia da coifa).

O Conflito Subacromial pode estar associado a variações na forma do acrómio, que pode ser plano, curvo ou “em gancho”.

O Conflito Subacromial é a causa mais comum de dor no ombro, correspondendo a 50-60% dos problemas de ombro.

SINTOMAS

Aparecimento progressivo de dor, que piora com atividades que envolvam movimentos dos membros superiores acima do nível da cabeça (ex: estender roupa, arrumar estantes, limpar vidros, praticar ténis/voleibol...).

 

Dor noturna, que faz despertar durante o sono e impede de dormir em determinadas posições. Esta queixa geralmente está associada a maus resultados do tratamento conservador (não-cirúrgico).

 

Testes de Provocação da Dor: diferentes testes podem ser realizados pelo médico na altura do exame físico, que provocam dor e ajudam a esclarecer o quadro.

EXAMES AUXILIARES DE DIAGNÓSTICO

Radiografia

A radiografia do ombro permite avaliar a presença de diferentes características típicas, que podem aparecer isoladas ou em conjunto: diminuição do espaço acrómio-umeral, esporão subacromial, forma do acrómio, os acromial, ascensão da cabeça do úmero, osteófitos de tração, calcificação do ligamento coraco-acromial, alterações císticas da grande tuberosidade umeral. 

 

Ecografia

A ecografia tem grande importância para o diagnóstico, uma vez que além de caraterizar o estado da coifa dos rotadores, permite o diagnóstico de Conflitos Subacromiais Dinâmicos (os que apenas surgem com determinados tipos de movimentos/posições).

 

RMN

É o exame que mais detalhes fornece em relação às estruturas do ombro, permitindo não só avaliar as características da coifa dos rotadores mas também detetar outras patologias que podem não ser visualizadas com a Ecografia. Contudo, no seu formato tradicional, não permite o diagnóstico de Conflitos Subacromiais Dinâmicos.

TRATAMENTO

Conservador

Deve ser sempre a primeira opção de tratamento no Conflito Subacromial.​

  • Fisioterapia

  • Anti-inflamatórios orais

  • Injeções Subacromias de agentes anti-inflamatórios (Infiltrações)

 

Cirúrgico

Deve ser considerado quando o tratamento conservador falha. Corresponde à remoção parcial da bolsa subacromial inflamada (causa de dor por atrito permanente) e remoção de alguns milímetros de acrómio, de modo a permitir o desaparecimento definitivo do conflito de espaço, estático ou dinâmico. Este procedimento denomina-se Acromioplastia, e pode ser realizado por via artroiscópica ou por via aberta.

Vantagens da Acromioplastia por via artroscópica

  • procedimento pouco invasivo: 2-3 cicatrizes de 5mm que diminuem com o tempo;

  • baixa taxa de complicações;

  • pouco doloroso – pode ser realizado em ambulatório;

  • permite o diagnóstico e tratamento de outros problemas associados;

  • não implica imobilização do membro – o membro pode ser utilizado sem restrições a partir do primeiro dia;

  • trata definitivamente o Conflito Subacromial.

PROGNÓSTICO

O Conflito Subacromial é a causa mais comum de dor no ombro. Se tratado atempadamente, os resultados são excelentes, com resolução completa dos sintomas.